Facebook anuncia medidas contra notícias falsas

O Facebook anunciou que vai começar a fazer o fact-checking de notícias, ou seja, uma checagem rápida sobre sua veracidade. Além disso, a plataforma colocará um selo em notícias falsas no feed dos usuários. A decisão vem após uma série de críticas à rede social sobre a disseminação de notícias duvidosas durante as eleições presidenciais dos Estados Unidos.

Para chancelar notícias verdadeiras e denunciar as falsas, o Facebook realizou uma parceria com organizações de mídia como ABC News e Snopes, que são parte de uma rede internacional de fact-checking liderada pela empresa Poynter, uma escola de jornalismo sem fins lucrativos.

Os testes se iniciarão com uma pequena porcentagem dos usuários nos Estados Unidos. Uma vez que os “fact-checkers” confirmarem que a notícia é falsa, ela será sinalizada como questionável e haverá um link a um artigo correspondente explicando o porquê disso. Histórias de conteúdo questionável também poderão perder relevância no Feed de Notícias.

A rede social deve também usar algoritmos que detectam se uma história falsa está viralizando e um time de pesquisadores também revisará domínios de sites e enviará sites que pareçam falsos para fast-checkers. Estes sites não poderão comprar anúncios no Facebook.

Veja o vídeo do Facebook sobre as medidas que estão sendo tomadas para combater notícias falsas: https://vimeo.com/195753689

Social Share Counters